terça-feira, 1 de agosto de 2017

Resenha: O Canto Mais Escuro da Floresta

.
''Na Minha Estante'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Uma história repleta de magia e mistérios, da autora de As Crônicas de Spiderwick.
.
Hazel e seu irmão, Ben, moram em uma cidade onde humanos e fadas convivem. A magia aparentemente inofensiva desses seres atrai turistas de todas as partes, que querem ver de perto as maravilhas do lugar e, principalmente, o garoto de chifres e orelhas pontudas que descansa em um caixão de vidro. Hazel e Ben eram fascinados pelo garoto quando crianças. 
.
Mas, à medida que crescem, as histórias e teorias que inventavam perdem o encanto. Eles sabem que o garoto de chifres nunca acordará... Até que um dia ele acorda. Agora, os irmãos precisam se tornar os heróis que fingiam ser em suas brincadeiras e desvendar os mistérios que envolvem aquele príncipe com chifres.
.
O que eu achei?
.
Eu estou sem palavras. Real. Acabei O canto mais escuro da Floresta neste exato momento, e tudo o que eu quero fazer é ficar deitado com o livro, abraçado a ele, e repetindo sem parar: Holly Black EU TE AMO.
.
Pois não é possível o quanto, mesmo com expectativas surreais, esta mulher consegue me surpreender. Não só isto. Ela simplesmente pega todas as minhas emoções, amassa como um papel e joga pela janela. Pois, com o perdão do trocadilho, estou passado por estar diante do melhor trabalho da autora que eu já li.
.
Aqui, ela mistura a loucura e falta de amarras de 'A Menina Mais Fria de Coldtown' e o carisma e concisão de 'Mestres da Maldição' e nos presenteia com uma história que não é só sobre fadas terríveis, mas também sobre irmandade e humanidade e encontrar o seu lugar no mundo. Uma história onde o herói é uma garota, e um príncipe é a donzela em perigo.
.
Ao construir a história dos irmãos Hazel e Ben, o elfo Severin e o changeling Jack, ela não só caprichou ao dar tridimensionalidade para os 4. Aqui ela traz representatividade em todas as suas formas - até mesmo ao usar uma lenda Ioruba para explicar um mito irlandês.
.
Eu shippei os protagonistas, e torci por eles, e tive medo por eles, e fiquei com pena e tive vontade de abraçá-los ao final. Não antecipei as reviravoltas da trama, e a cada revelação, eu me apegava mais as páginas. Enfim, 2017 é um ano em que estou vendo meus autores favoritos se superando. E Holly Black foi uma deles. Sem mais: Selo Bookcrush.
.
     
.
Sobre a autora:
.
Holly Black é a autora best-seller de romances de fantasia contemporânea para adolescentes e crianças. Seu primeiro livro, Tithe: Fadas Ousadas e Modernas, foi publicado em 2002 pela Simon & Schuster.
.
Tithe era chamado de "escuro, nervoso, lindamente escrito e compulsivo de ler" pela Booklist, recebeu críticas aclamadas da Publisher's Weekly e Kirkus, e foi incluída nos melhores livros da Associação Americana de Bibliotecas para Jovens Adultos.
.
Holly, desde então, escreveu dois outros livros no mesmo universo, Valiant (2005) e, a sequela de TitheIronside (2007), que passou cinco semanas na lista de bestsellers do New York Times. Valiant foi um dos finalistas para o Prêmio Mythopoeic para leitores jovens e ganhador do Prêmio Andre Norton de Excelência em Jovem Adulto de Literatura.
.
TÍTULO: O Canto Mais Escuro da Floresta
TÍTULO ORIGINAL: The Darkest Part of the Forest
PÁGINAS: 294
AUTOR(A): Holly Black
EDITORA: Galera Record
NOTA: 5 Estrelas + Bookcrush

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...