terça-feira, 8 de agosto de 2017

Resenha: Universos Afins

.
''Na Minha Estante'' Assegura: A resenha a seguir está completamente livre de Spoilers... Leia sem Moderação e divirta-se!
.
Sinopse:
.
Estar numa fila não é uma situação das mais agradáveis. Porém, para a jovem Elena, acampar na frente do cinema só para acompanhar a estreia do mais novo Star Wars é nada menos que uma grande jornada.
.
O problema é que em dias de internet (e compras de ingressos on-line), essa vibe de fila não é compartilhada por muitos outros fãs. Ao chegar ao cinema, dias antes da estreia, só há mais duas pessoas ali acampadas: Gabe e Troy, que entendem a fila como um ritual obrigatório para tornar aquela experiência algo realmente memorável.
.
Universos afins é um saboroso conto geek sobre expectativas e sobre compartilhar paixões. Rainbow Rowell mais uma vez apresenta uma obra inocente e engraçada, com aquela pontinha de nostalgia que nos deixa com um nó na garganta, como há muito tempo atrás, numa galáxia muito, muito distante.
.
O que eu achei?
.
FINALMENTE, depois de uma longa jornada, eu pude ler Universos Afins. Eu tinha curiosidade com este conto da Rainbow Rowell desde que ele foi lançado em inglês - tanto que eu tenho a versão em inglês dele a séculos, e só não tinha lido ainda pois... Yeap, vocês me conhecem, tenho preguiça de ler em inglês em 70% dos dias (e a compra do ebook foi ocasional e totalmente culpa do botão "compre em um Click" da Amazon).
.
Mas enfim, voltando ao assunto... Esta foi uma história que se conectou comigo muito rápido. Não por ser fã de Star Wars (Não, Gabe, eu não sou e nem tento ser - pode ficar tranquilo) mas justamente por falar sobre o mundo dos fãs. As loucuras que fazemos em nome daquilo que amamos e que marcou tanto as nossas vidas, a expectativa quando algo novo está para acontecer, as pessoas que conhecemos por conta disto. Helena é fã se Star Wars, mas os seus sentimentos se conectam com TODOS os tipos de fã da cultura pop. E isto é sensacional.
.
Meu único "problema" foi com relação ao romance... Que fica meio subentendido, mas nunca o foco principal. Pode ter sido um problema meu por ter esperado demais de uma história que se passa em uma semana? Sim. Mas, ok, eu esperava mais. Não por não gostar do casal. Quero dizer, eu adorei a Helena. E apesar de ter achado o Gabe um babaca no começo, depois que tudo é explicado eu meio que fiquei do lado dele (plot twist, eu sei). É só que, a história é bem real com relação ao assunto, e o meu eu romântico queria só um pouquinho mais de magia.
.
Mesmo assim, foi uma leitura deliciosa. E sinto cada vez mais que Fangirl foi só um ponto fora da curva.
.
     
.
Sobra a autora:
.
Rainbow Rowell escreve sobre adolescentes (Eleanor & Park e Fangirl), e às vezes sobre adultos (Attachments e Landline). Mas ela sempre escreve sobre pessoas que falam MUITO! E pessoas que sentem que estão fazendo tudo errado na vida. E pessoas que se apaixonam. Quando não está escrevendo, Rainbow lê quadrinhos, planeja viagens para a Disney e discute sobre coisas que não são muito importantes. Ela vive em Nebraska com seu marido e dois filhos.
.
TÍTULO: Universos Afins
TÍTULO ORIGINAL: Kindred Spirits
AUTOR(A):  Rainbow Rowell
EDITORA: Novo Século
PÁGINAS: 96
NOTA: 4 Estrelas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...